Títulos raros da Biblioteca Pública de Pernambuco estão quase restaurados, diz site

O Incunábulos divulgou, na semana passada, que 3 mil livros pertencentes à biblioteca estadual Estevão de Mendonça, em Cuiabá, serão restaurados. Agora, a Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco (BPE) deu início a um processo inédito em seus 165 anos: a restauração de obras raras. É o que afirma o Portal Folhape.

Em um primeiro momento, segundo a matéria, serão contemplados seis exemplares. Três deles, da bibliografia do escritor recifense Joaquim Maria Carneiro Vilela (1846-1913): “A Menina de Luto”, de 1893, e “Innah” e “Três Chronicas: Laurinha, a Yara, O Amor”, ambos de 1894.

O livro “Atlas Histórico da Guerra do Paraguay” (1871), do engenheiro belga Emílio Carlos Jourdan (1838-1900) e os dois volumes de “Ornithologie Brésilienne, ou Histoire dês Oiseaux du Brésil: Remarquables par leur Plumage, leur Chant ou leur Shabitudes” (1852), do médico, naturalista, pintor e desenhista francês radicado no Brasil Jean Theodore Descourtilz (1796-1855), também entram na lista.

Ainda de acordo com a o Portal Folhape, a escolha dos títulos em restauração, dentro de um universo de mais de 30 mil itens, obedeceu a critérios do setor de Obras Raras, Manuscritos, Iconografia e Mapoteca (Coleção Pernambucana), que integram a área de Coleções Especiais e é chefiado pela bibliotecária Poliana do Nascimento Silva.

Após todo o processo de restauro, a Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco realizará uma exposição com os exemplares selecionados.

Uma biblioteca com muitas histórias                        

A BPE possui números bastante expressivos quando se trata de acervo: são cerca de 270 mil livros e 370 mil volumes de periódicos.

Considerada uma das mais ricas do Brasil em edições raras, a BPE representa um importante patrimônio, uma vez que, em seu acervo, é possível encontrar obras dos tempos coloniais, do período holandês no estado, títulos de grande relevância sobre história, economia e outros temas. Esse vasto acervo também preserva jornais antigos que circulavam no Recife no início da imprensa periódica local.

Foto: Reprodução.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s